CONTATO: 291 281 938

E: casa.voluntario@sapo.pt

© 2019 casa do voluntário

PROJETOS

Promoção e divulgação do voluntariado na RAM

A Casa do Voluntário organiza vários eventos para divulgar o voluntariado na R.A.M.:

  • Exposição Dolce Vita – Realiza-se anualmente em colaboração com a Direção do Dolce Vita Shopping Center, por altura da Feira das Vontades.

  • Exposição “Voluntariado em Ação” – Mostra do trabalho desenvolvido pelas Instituições de Solidariedade Social dos diversos concelhos da Ilha da Madeira tendo em vista a sensibilização das populações do voluntariado de proximidade.

  • A “Feira das Vontades” – Realiza-se desde 2003 anualmente no mês de dezembro. Em 2012 obteve a Menção Especial do Prémio de Voluntariado atribuído pela Assembleia Municipal do Funchal.

  • A “Feira dos Sabores Solidários” – Realiza-se desde 2012 e tem como finalidade a angariação de fundos pelas instituições participantes mediantes a venda dos mais variados “sabores solidários” confecionados pelos seus utentes e voluntários.

Projetos Voluntariado de Proximidade

A Casa do Voluntário desenvolve, desde 2009, o projeto do voluntariado de proximidade cuja finalidade é a de capacitar as instituições locais (como por exemplo, autarquias, associações de desenvolvimento, entre outras) para implementar, dinamizar e gerir núcleos de voluntariado de proximidade com o objetivo de combater o isolamento social, a solidão dos idosos e/ou dependente dos concelhos da R.A.M..

Neste momento o Voluntariado de Proximidade já está implementado em cinco concelhos (Câmara de Lobos, Funchal, Ponta do Sol, Santa Cruz, São Vicente) e iremos continuar a promover e implementar este projeto nos restantes concelhos da região.

Sensibilização de Voluntariado

A Casa do Voluntário realiza ações de sensibilização para o voluntariado em diversas instituições da R.A.M. como, por exemplo, nas escolas informando as crianças e os jovens sobre o voluntariado nas diversas áreas. A sensibilização para o voluntariado tem sido realizada mediante a organização de palestras, de exposições de feiras, entre outras atividades.

Voluntariado Online

O que é?

"Pessoas oferecem o seu tempo e habilidades através da internet, de forma livre e sem considerações financeiras, para o beneficio da sociedade [e são] tarefas completas, no seu todo ou em parte, via internet a partir de casa, do trabalho, da universidade (...)".

Nações Unidas

É uma área por explorar na região e no país!

O 351-Voluntariado Online será uma mais-valia para o Arquipélago da Madeira. Irá permitir um aumento do leque de voluntários disponíveis de regional para nacional; e da mesma forma será uma ferramenta disponível para as instituições da Região Autónoma da Madeira, Portugal Continental e Região Autónoma dos Açores.

A implementação deste projeto irá trazer para a sociedade a discussão do papel tradicional de voluntário.

Pretendemos:

  • Fomentar o desenvolvimento das instituições através das ferramentas disponibilizadas na internet, transpondo assim barreiras físicas e financeiras.

  • Criar a ponte/ligação entre a necessidade da instituição e a disponibilidade do voluntário, independentemente da localização de ambos.

  • Permitir que as instituições apresentem as suas necessidade no campo digital.

  • Abrir a instituição a um público mais alargado, e sair da sua zona geográfica e de Reconhecimento.

Potências voluntários:

  • Os jovens universitários;

  • Os cidadãos portadores de deficiências;

  • Cidadãos especializados profissionalmente;

  • Também o voluntariado empresarial.

Uma forma diferente de voluntariado

Irá ainda possiblitar uma revisão à tradicional imagem do voluntariado. O voluntário terá mais flexibilidade (não existem horários, nem deslocações) o que significa um facilitamento nas acessibilidades.

Exigirá um novo tipo de compromisso: inferior em horas, no entranto será necessário um elevado sentido de responsabilidade e de autodisciplina para cumprimento da tarefa solicitada pela instituição.

Através do voluntariado online, será possível um maior apoio aos recursos da organização; sem perda de recursos finaceiros; e teremos um aumento do trabalho em rede: pretendemos promover uma maior inclusão das intituições nos meios digitais.

Áreas onde a atuação será mais específica:

  1. Desenvolvimento e gestão de projetos: os voluntários podem desenvolver propostas de porjetos; elaborar estratégias para captação de recursos; criar propostas de angariação de fundos; fazer ilustrações de material, etc.

  2. Design: os voluntários podem projetar logotipos, criar layouts das publicações, elaborar certificados, fazer ilustrações de material, etc.

  3. Desenvolvimento de tecnologias de informação: os voluntários podem desenvolver e/ou organizar websites, criar blogs, animações, vídeos para campanhas, páginas de redes sociais, etc.

  4. Pesquisas: os voluntários podem pesquisar informações sobre determinado tema, experiências inovadores, melhores práticas, concursos, etc.

  5. Elaboração, edição e tradução de textos: os voluntários criam propostas de revistas, aritigos, traduzir material, sistematizam resultados, relatórios, desenvolvem conteúdos para páginas online, etc.

  6. Comunicação e divulgação: os voluntários apoiam a divulgação de eventos e ações da organização/instituição através de meios/ferramentas online (blogs, e-mail, etc).

  7. Consultas: os voluntários têm acesso a projeto, podendo dar orientações para aperfeiçoar os mesmos; oferecem orientações em estratégias de comunicação; oferecem orientações na resolução de problemas legais; avaliam soluções de software.